quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Desiludido, Joaquim Barbosa embarcará para os EUA



O presidente do Supremo Tribunal Federal não poderia estar mais decepcionado com o rumo do julgamento do mensalão. "A sensação é de oito anos de trabalho perdido" diz fonte próxima ao ministro. A perspectiva de que a Corte livrará da prisão os principais mentores do golpe do mensalão é iminente. Desiludido, Barbosa embarca para os Estados Unidos na próxima terça-feira. Deixará o comando do Tribunal e do julgamento por uma semana nas mãos do vice, Ricardo Lewandowski, revisor do mensalão, que imprimirá condução oposta à do relator ao caso mais rumoroso já julgado pelo STF.

O presidente do Supremo viajará aos Estados Unidos para atender a compromisso pré-agendado junto à Universidade de Yale. A ausência não deve se estender por mais do que uma semana, mas a atitude é simbólica, já que é a ele que deve ser encaminhado o eventual pedido de prisão imediata dos condenados, encerrada a etapa de apreciação dos recursos. A iniciativa deverá ser tomada pelo novo chefe do Ministério Público, Rodrigo Janot, empossado nesta terça.

A viagem também afasta Barbosa do Tribunal em momento crítico para o STF. Na sessão de hoje, o ministro Celso de Mello deverá dar voto de desempate favorável à análise dos embargos infringentes. O recurso, na prática, abre as portas para a absolvição de 11 réus dos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Mello, no entanto, embora aceite apreciar os recursos, deverá manter a condenação dos réus por formação de quadrilha. Ainda assim, a expectativa é de que eles obtenham 6 votos pela absolvição neste crime.

Fonte: R7.com

Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online