domingo, 3 de junho de 2012

Avião com 153 pessoas se choca contra prédio na Nigéria

publicado em 03/06/2012 às 14h18: atualizado em: 03/06/2012 às 19h10        

Problemas elétricos no aeroporto podem ter atrapalhado radar

Do R7, com agências internacionais
nigéria, acidente, avião, lagos, 700







































Stringer/Reuters

O avião pertencia à companhia aérea Dana Air, que ia da capital, Abuja, para Lagos com 153 passageiros a bordo; não há sobreviventes
    







Um avião comercial com 153 passageiros se chocou neste domingo (3) contra um prédio de dois
andares em Lagos, na Nigéria. De acordo com emissoras de TV e uma autoridade de aviação local,
o acidente ocorreu durante a manobras de decolagem.

Segundo o porta-voz da polícia do estado de Lagos, Joseph Jaiyeoba, o avião caiu no bairro de Iju,
no norte da cidade de cerca de oito milhões de habitantes.

Harold Denuren, da Autoridade de Aviação Civil da Nigéria, confirmou que todos os passageiros do
Dana Air morreram. O governo do estado de Lagos, disse em um comunicado, que 153 pessoas
estavam no vôo que saiu de Lagos em direção a Abuja. O avião caiu em um bairro bastante povoado,
perto do aeroporto.

Milhares se reuniram no local enquanto os bombeiros tentavam apagar as chamas e realizar
sobreviventes.

A ministra de Aviação da Nigéria, Stella Oduah, disse que "até agora" não foram encontrados
sobreviventes entre os destroços. Em declarações à imprensa no local da tragédia, Oduah ressaltou
que os trabalhos de resgate continuam.
  
A ministra indicou que o piloto do avião entrou em contato com a torre de controle do Aeroporto
Internacional Murtala Muhammed de Lagos e declarou uma emergência às 15h45 locais
(11h45 de Brasília).

Segundo Oduah, o avião desapareceu do radar um minuto depois do contato, quando estava
a cerca de 12 milhas náuticas do aeroporto.

— O governo garantirá uma profunda investigação para determinar a causa exata do acidente.

De acordo com um comunicado oficial do governo, o presidente nigeriano Goodluck Jonathan
declarou três dias de luto nacional.

O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, decretou três dias de luto nacional após a queda,
indicou um comunicado da presidência. Segundo a nota, o chefe de Estado "cancelou todos
os seus compromissos públicos previstos" para segunda-feira (4) e ordenou "uma investigação
completa" sobre o acidente.

Equipes de resgate estão no local procurando por sobrevivente entre os moradores do edifício
residencial. Segundo a agência Associated Press, o corpo de uma vítima fatal já teria sido retirado
do prédio, que está em chamas.
Segundo os moradores da região entrevistados pela AFP, o avião voava em baixa altitude e emitia
um som ensurdecedor vindo aparentemente da turbina, chegou a atingir um edifício de dois andares.

As condições climáticas de Lagos, cidade de 8 milhões de habitantes, eram boas no momento do
acidente, com dia ensolarado e céu limpo.

A companhia aérea doméstica Dana Air iniciou suas operações em novembro de 2008 e é hoje uma
das principais companhias nigerianas, alinhando uma frota composta por aviões MD-83, de acordo
com seu site.
Acidentes aéreos não são incomuns na Nigéria, a segunda maior economia da África, que tem um
histórico pobre em segurança no setor aéreo.

Falhas elétricasO aeroporto internacional de Lagos é um dos mais importantes da África Ocidental e
teve um tráfego de 2,3 milhões de passageiros em 2009, de acordo com estatísticas da agência aérea
da Nigéria.

Em agosto de 2010, os Estados Unidos anunciaram a Nigéria tinha um nível de segurança máxima,
que permitia que as operadoras nacionais do país voassem diretamente para os aeroportos americanos.

No entanto, segundoa rede Al Jazeera, a empresa de eletricidade estatal da Nigéria está em frangalhos, funcionando com geradores a diesel que, por vezes, tem problemas, fazendo com que as telas de
radar dos aeroportos fiquem em branco por falta de energia.

Este último incidente ocorreu após um dia após o acidente de avião em Gana, onde um avião de
carga caiu e bateu em um ônibus de passageiros, matando pelo menos 10 pessoas.

Assista ao vídeo














Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online