quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Governo promete smartphone popular e ampliação do 4G

Ministro Paulo Bernardo promete decretos para incentivar a tecnologia no País



O governo pretende um salto tecnológico para o Brasil nos próximos meses. Segundo o ministro das Comunicações Paulo Bernardo, a presidente Dilma deve despachar em outubro uma série de decretos relacionados à sua pasta para impulsionar a tecnologia do país. Dentre os temas abordados estarão: a preparação para internet 4G (LTE), a lei que desonera os custos de smartphones, um acordo para compartilhamento de antenas e infraestrutura de empresas de comunicação e um programa de financiamento para inovação tecnológica.

— Vamos fazer rápido. Nós estamos finalizando o decreto dos smartphones. Provavelmente vamos fazer um despacho com os quatro decretos da presidente.

Além dessas iniciativas, o ministro revelou que o governo pretende lançar em breve a segunda fase do Programa Nacional da Banda Larga (PNBL) e aumentar a velocidade oferecida. O ministro participou nesta quarta-feira (26) da inauguração de um data center da Embratel na Lapa, zona oeste de São Paulo e explicou o esforço do governo para preparar a infraestrutura e o acesso à tecnologia do País, visando a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos:

— Vamos chegar no fim do ano com 26 milhões de residências conectadas. O mais importante é o seguinte: o mercado brasileiro continua bom. No PNAD, o item que mais cresceu nas casas foi o computador de mesa, em segundo lugar o microcomputador.

Smartphones não muito “smart”

Aprovadas as medidas, os smartphones fabricados no país terão isenção tributária, o que pode gerar um impacto de até 24% no valor dos aparelhos. De acordo com o ministro, o decreto vai exigir que o desconto seja transmitido pelos varejistas aos consumidores.

A promessa da pasta é que os brasileiros possam comparar smartphones na faixa de R$ 200 a R$ 500 já no final de 2012. Mas não adianta sonhar com iPhone 5 e Galaxy S III, Paulo Bernardo afirma que os celulares populares serão “webphones”, algo como um celulares para internet, envio de e-mails e uso de redes sociais, mas não para ficar “baixando um monte de aplicativo”.

—Eu para falar bem a verdade, já me viraria bem com um desses.

Fonte: Tiago Alcantara, do R7

Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online