quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Bocalom descarta nova disputa majoritária e diz que Câmara dos Deputados é projeto

O candidato derrotado à prefeitura de Rio Branco, Tião Bocalom (PSDB), descartou a possibilidade de disputar o governo estadual em 2014. 





O tucano também não confirmou a possibilidade de concorrer a uma das cadeiras na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). Segundo ele, o mais provável é disputar a Câmara dos Deputados, onde o Acre tem oito assentos. 





O secretário-geral do PSDB afirma que este é um momento de recuar, mas não desistir, deixando claro que pode novamente concorrer à prefeitura em 2016. “A gene precisa continuar a luta, não podemos desistir daquilo que acreditamos”, declarou ele. Bocalom diz que este recuo em disputa majoritária se faz necessário por cona do desgaste nas últimas disputas. Desde 2006 ele é candidato a cargos no Executivo.

Tião Bocalom declara que o candidato natural do PSDB ao governo em 2014 é o deputado federal Márcio Bittar, lembrando que a oposição ainda dispõe do nome do senador Sérgio Petecão (PSD). Para ele, porém, a oposição precisa chegar unida a 2014. O tucano evitou atribuir ao racha deste ano mais uma derrota para o PT.

Ele evitou, por sinal, encontrar culpados para o fracasso neste segundo turno. Ele prefere atribuir muito mais ao uso da máquina municipal e estadual o fator de peso que beneficiou o adversário petista. O tucano relatou supostos casos de compra de voto, e o uso de servidores públicos destacados para a campanha.

Como secretário-geral do PSDB, Bocalom afirma que organizará o partido para as próximas eleições. Uma destas ações é auxiliar os seis prefeitos eleitos pelo partido, para que possam fazer uma boa gestão. “Uma das questões fundamentais é ensiná-los a cuidar bem do dinheiro público, com eficiência e transparência”, destacou.

Fonte: agazeta.net

Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online