sábado, 17 de novembro de 2012

Ocorrência com um Agente Penitenciário em Rio Branco

OCORRÊNCIA COM O AGEPEN FREITAS


Por volta das 23 horas do dia 12/11 nas proximidades da Agroboi da Avenida Ceará, percebi que estava sendo seguido por uma Saveiro Cross de cor branca e após isso resolvi alterar o caminho de casa para confirmar a desconfiança. Após o sinaleiro virei para a esquerda pegando a Avenida Ceará e em seguida entrei a direita na rua da FUNBESA e continuei sendo seguido. Peguei a rua principal da Estação Experimental e como continuava sendo seguido, resolvi entrar uma rua antes da minha e o carro que estava me seguindo passou direto. Então ao pegar a Isaura Parente entrei na minha rua, de longe percebi que havia um carro parado com os faróis ligados próximo ao meu apto, dei luz alta e vi que o carro que estava parado era o mesmo que estava me seguindo. Aumentei a velocidade e ao me aproximar o motorista do Saveiro Cross jogou o carro na frente do meu no intuito de me obrigar a parar, joguei o carro para cima da calçada e consegui desviar, olhando pelo retrovisor vi que o carro fez a volta e continuou a me seguir, peguei a Avenida Ceará no intuito de ir para a penitenciaria em busca de apoio, ao ver a delegacia da 4ª Regional aberta resolvi parar lá e pedir apoio. Chegando lá encontrei apenas um policial e ao informá-lo do ocorrido o carro que me seguia passou na frente da delegacia, corri para a beira da rua e anotei a placa do veiculo. Com isso o policial chamou o outro parceiro que estava no horário de descanso para dar apoio, pediu para que eu ligasse para o CIOSP pedindo uma viatura e o carro que me seguia ficou parado em frente ao Lanche BurgMania por mais de dez minutos. Os policiais não poderiam deixar a delegacia sozinha para me acompanhar na abordagem do veiculo e foram reforçar meu pedido ao CIOSP para o deslocamento da viatura até a delegacia. Com a demora o carro que me seguia saiu em direção ao bairro Tucumã, após alguns minutos fui verificar se o carro estava na rua e encontrei o carro parado na rua ao lado da delegacia e ao me ver o mesmo saiu em direção ao Lanche BurgMania novamente e por lá ficou parado por mais alguns minutos e após isso saiu em direção a rotatória da UFAC seguindo em direção a Avenida Ceará passando devagar em frente a delegacia. Após uns cinco minutos a viatura solicitada ao CIOSP chegou no local, em seguida o Presidente do Sindicato Adriano Marques, foi feita uma consulta da placa do carro que me seguiu e ficou constatado que a placa era fria e que dava conta de um carro modelo Courrier. Com isso fui escoltado pela viatura da PM e o carro do Presidente do Sindicato Adriano Marques até meu apto, aonde peguei minha farda para trabalhar no dia seguinte e fui passar a noite em outro lugar. Como não consegui abordar o carro que me seguiu, não sei quais as intenções comigo, não sei se isso irá acontecer novamente já que pude perceber que eles sabem aonde eu moro, o carro que eu ando e conseqüentemente a minha rotina.

Fonte: Agepen - Ac

Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online