quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Família do mendigo de Curitiba acredita que exposição no Facebook vai ajudá-lo a abandonar o crack

Mãe e irmã se surpreendem com a fama repentina de Rafael na web e acreditam que agora podem tirá-lo das ruas e do vício

  Facebook/MundoModels

Foto de Rafael Nunes que o fez ficar famoso no Facebook (à esquerda) e fotos de quando foi modelo, em 2002

Rafael Nunes, conhecido como o mendigo de Curitiba, virou uma celebridade instantânea na internet na quarta-feira (17), após ter sua foto publicada e compartilhada mais de 44 mil vezes por usuários da rede social. Enrolado num cobertor, Rafael chamava a atenção pela beleza.

Como todo viral, logo surgiram dúvidas quanto a veracidade da história: seria mesmo um mendigo muito bonito ou apenas mais uma ação de marketing de alguma agência de modelos? Outros usuários levantaram a hipótese de que Rafael era usuário de drogas e que vivia mesmo nas ruas do centro de Curitiba.

Galeria: Memes do Mendigo de Curitiba fazem sucesso entre os internautas

Mendigo com pinta de modelo fica famoso nas redes sociais

Rubiana Nunes, a irmã de Rafael que ainda ontem havia publicado fotos em seu perfil confirmando que ele era dependente químico, disse em entrevista ao R7 na tarde desta quinta-feira (18):

— Minha mãe me ligou desesperada ontem e dizendo que circulava uma foto dele na internet, com milhares de acessos, dizendo que ele estava famoso. Quando consegui entrar no Facebook, vi que a foto já tinha mais de 18 mil compartilhamentos. Não sabíamos a proporção disso tudo. Muita gente dizia que era mentira [sobre ele ser mendigo], então preferi postar a foto dele na minha página e explicar a verdade.

Rafael, de 30 anos, realmente foi modelo entre 2000 e 2002 e trabalhou também na área de construção civil antes de ir para as ruas, como explica a agente de modelos Irene Valenza, que teria descoberto o rapaz:

— Perdemos o contato quando ele se mudou de Curitiba, mas em 2011 voltou na agência muito bonito e bem vestido, dizendo que trabalhava em construção. Já em março deste ano veio aqui vestido de mendigo, pedindo lugar para dormir.

Para a mãe do rapaz, Edite Silva, a repercussão do caso será importante para ajudar a encontrar tratamento para o filho, que é usuário de crack há vários anos.

— Essa exposição será boa não só para conseguirmos uma clínica de reabilitação, mas também para que alguém faça algo pelos usuários de drogas e moradores de rua de Curitiba.

Edite contou que os dois filhos, Rafael e Fernando (32 anos), tiveram problemas com drogas. Fernando se recuperou do vício, atualmente é casado e vive tranquilo. Rafael, porém, fugiu das duas internações e foi embora de sua casa.

De acordo com a família, Rafael ainda não foi encontrado. A irmã Rubiana torce para que a repercussão da história ajude a convencer o irmão a aceitar ajuda novamente.

Fonte: R7.com

Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online