quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Polícia identifica e prende suposto mandante da morte de empresário da Le Napoleon



A Polícia Civil identificou e prendeu o presidiário em liberdade condicional Paulo Sérgio Muniz da Silva, sob acusação de ser o que suposto mandante da morte do empresário Ali Haydar Tarraf Baydoun " o Alexandre Baydoun" sócio proprietário da boate Le Napoleon morto a tiros durante um roubo (assalto) ocorrido na madrugada do dia 30 de Setembro, quando quatro homens armados invadiram a boate renderam clientes e funcionários e em uma ação de muita violência teriam ferido o filho do empresário Hassan El-Vien Baybon, 25 anos que foi baleado com um tiro no pé direito que transfixou e foi agredido a coronhadas na cabeça quando tentava proteger o pai.
O segurança Raimundo de Assis da Silva, 35 anos, também foi agredido a coronhadas pelos criminosos.
O empresário conseguiu sair na porta dos fundos da boate que dá acesso a rua do residencial Le Village, mas foi atingido com três tiros caindo próximo a uma residência a cerca de 300 metros da boate.
Em menos de 48 horas após o crime a Polícia civil em uma ação conjunta com policiais militares Batalhão de Operações Especiais – BOPE prenderam um bando que estaria refugiado em uma casa na Travessa Marinho Monte, bairro João Eduardo II.
Na ocasião sete pessoas foram presas, entre elas Denys dos Santos Felix, 21 anos, que possui passagem pelo presídio por crimes de roubo, tráfico de drogas e receptação, que segundo investigação, foi o autor dos disparos que matou o empresário.
Em companhia dele foram presos Diemerson Cleifer Anastácio, 29 anos, Maycon Gleison Paulo da Costa, 25 anos, que seriam os comparsas.
Os demais presos foram indiciados por tráfico de drogas, pois na casa a Polícia encontrou grande quantidade de entorpecente além da arma usada no crime.
Mesmo com as prisões e reconhecimentos dos assaltantes que invadiram a boate e a confissão de Denys que seria o autor dos disparos que mataram o empresário, a Polícia continuou a investigação que culminou com a prisão do suposto mandante.
O delegado responsável pelo inquérito policial, Alcino Júnior, não quis falar detalhes da prisão Paulo Sérgio Muniz, mas garante que ele foi o mandante da execução e a motivação estaria relacionada a uma rixa com seguranças da casa noturna devido a uma briga ocorrida dentro da boate envolvendo Paulo Sérgio e os seguranças que o expulsaram do local.
Essa briga teria ocorrido três antes da invasão e morte do empresário. A expectativa de que a Polícia apresente detalhes da prisão ainda nesta sexta-feira, 19.
Fonte: Ecos da Notícia 

Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online