quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Saída de Tchê da oposição repercute na Aleac



No início da semana, a bancada governista anunciou apoio irrestrito ao candidato da Frente Popular na disputa da Prefeitura de Rio Branco. Agora, o deputado Luis Tchê (PDT), que estava na oposição, também aderiu à candidatura de Marcus Alexandre.

A notícia repercutiu entre os parlamentares nesta quarta-feira. Na Assembleia Legislativa, os governistas deram as boas vindas ao deputado. O discurso deles é de que a base do governo sempre esteve de portas abertas para dissidentes da oposição.

“Estamos agradecido ao deputado Luis Tchê, por ele ter retornado à base do governo. São muitas pessoas que estão saindo da oposição para apoiar nosso candidato a prefeito e estamos muito gratos por isso”, declarou o deputado Geraldo Pereira (PT).

Agora com um deputado a menos, a oposição diz que não perdeu tanto, afinal, Luis Tchê construiu sua trajetória dentro da Frente Popular, grupo com o qual ainda mantinha relações políticas, mesmo estando na oposição.

“Nós sabemos o quanto o governo faz pressão em cima de todo o mundo nesse estado, e o deputado Tchê não aguentou essa pressão. Mas somos gratos a ele porque ele nos deu uma grande ajuda enquanto esteve conosco”, afirmou o deputado major Rocha (PSDB).

Mas esse bate e volta de Luis Tchê (PDT) entre os dois lados teve consequências irreversíveis, que o diga o deputado Walter Prado, hoje no Partido Ecológico Nacional.

Antigo colega de partido de Luis Tchê no PDT, ele teve que deixar sua antiga legenda por ter se mantido fiel ao Governo quando Tchê mudou de lado na primeira vez.

“Eu fui eleito pelo PDT coligado com o PT e tive que sair do partido por não concordar com aquela mudança. Vejo que agora o deputado Tchê reconheceu que o que ele fez não foi justo”, afirmou Walter Prado (PEN).

Fonte: Agazeta,net

Nenhum comentário:

R7 - Notícias do Brasil

Agazeta.Net

Band - Notícias

Band - Esporte

Notícias Bizarras

Click Jogos - Jogos Online